SÃO PAULO – CORINTHIANS 2-3
CAMPEONATO PAULISTA 2003 – FINAL
DATA: sábado, 22/03/2003
LOCAL: Estádio Cícero Pompeu de Toledo, São Paulo, São Paulo – Brasil
PÚBLICO: 71.736 pagantes
RENDA BRUTA: R$ 970.400,00
RENDA LÍQUIDA: não disponível
DESPESAS: não disponíveis
ÁRBITRO: Sálvio Spinola Fagundes Filho.
ASSISTENTES: Marinaldo Silva e Ana Paula da Silva Oliveira.
GOLS: 20’ Liedson, 45’ 88’ Jorge Wagner, 48’ Luís Fabiano, 62’ Fabiano.
CARTÃO AMARELO: Fabiano, Itamar, Júlio Santos, Ricardinho e Rogério Ceni; Anderson, Fabinho, Jorge Wagner, Rogério e Vampeta.
CARTÃO VERMELHO: 3’ Kléber, 3’ Reinaldo, 84’ Fábio Simplício.
SÃO PAULO: Rogério Ceni (92’ Roger); Gabriel (81’ Kléber), Jean, Júlio Santos, Fabiano; Fábio Simplício, Júlio Baptista, Ricardinho; Itamar, Reinaldo e Luís Fabiano. Técnico: Oswaldo de Oliveira.
CORINTHIANS: Doni; Rogério, Anderson, Fábio Luciano, Kléber; Fabinho, Vampeta, Jorge Wagner (90’ Renato), Fumagalli (13’ Roger); Liedson e Gil. Técnico: Geninho.
[Com este resultado, o Corinthians sagrou-se campeão paulista pela 25ª vez na sua história. De quebra ainda garantiu em definitivo a posse da Taça Palácio dos Bandeirantes, instituída em 1990 e conquistada pelo clube cinco vezes alternadas: 1995, 1997, 1999, 2001 e 2003. No total, foram 11 jogos, com oito vitórias, dois empates, uma derrota, 26 gols marcados e 16 sofridos. Antes da partida os jogadores entraram em campo com uma faixa em apoio à campanha Fome Zero do Governo Federal. Durante a semana que antecedeu o clássico a polemica envolvendo o regulamento do Campeonato Paulista ganhou mais um capítulo. O STJD atendeu um pedido do Corinthians sobre a falta de clareza do regulamento da competição e comunicou que em caso de derrota do Alvinegro por diferença de apenas um gol o título ficaria sob judice. Os dirigentes do São Paulo contra-atacaram informando que em caso de vitória, independentemente da diferença de gols, comemorariam o título. Por conta disso o início da partida foi tenso com muitas faltas e logo aos 3 minutos Kléber e Reinaldo foram expulsos. Esta partida ainda marcou o início de um tabu de 14 jogos a favor do São Paulo, já que o Corinthians só voltaria a vencer o rival em 7 de outubro de 2007.]
RychlaPujcka-IS.cz/ Kvalitni zakaznicky servis pujcka 3500.

 
         
voltar
© acervoSCCP