CORINTHIANS - BOCA JUNIORS 2-0
COPA LIBERTADORES 2012 – FINAL
DATA: quarta-feira, 04/07/2012
LOCAL: Estádio Paulo Machado de Carvalho, São Paulo, São Paulo - Brasil
PÚBLICO: 40.186 presentes (37.959 pagantes + 2.227 não pagantes)
RENDA BRUTA: R$ 2.580.912,50
RENDA LÍQUIDA: R$ 1.776.027,26
DESPESAS: R$ 804.885,24
ÁRBITRO: Wilmar Alexander Roldán Pérez (Colômbia).
ASSISTENTES: Abrahan Gonzales e Humberto Clavijo Prieto (ambos da Colômbia).
GOLS: 53’ 72’ Emerson.
CARTÃO AMARELO: Chicão, Jorge Henrique e Leandro Castán; Caruzzo, Ledesma, Mouche, Santiago Silva e Schiavi.
CORINTHIANS: Cássio; Alessandro, Chicão, Leandro Castán, Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Danilo, Alex (88’ Douglas); Jorge Henrique (90’ Wallace) e Emerson (90’ Liedson). Técnico: Tite.
BOCA JUNIORS:
Orión (32’ Sosa Silva); Sosa, Schiavi, Caruzzo, Clemente Rodríguez; Somoza, Ledesma (65’ Cvitanich), Erviti, Riquelme; Mouche (81’ Viatri) e Santiago Silva. Técnico: Julio César Falcioni.
[Com este resultado, o Corinthians sagrou-se campeão da Copa Libertadores pela primeira vez e alcançou a taça mais desejada pela torcida nos últimos anos. A conquista foi invicta, com oito vitórias e seis empates, 22 gols marcados e quatro sofridos. Antes, o torneio teve apenas seis campeões invictos --o último há 34 anos--, mas todos com menos de dez jogos disputados. De quebra, o Alvinegro repetiu dois feitos do Santos de Pelé. O primeiro foi de ser campeão sem derrota e o segundo foi o de superar o Boca Juniors na final. O rival havia perdido para um brasileiro apenas em 1963 e venceu as outras quatro decisões que fez contra equipes do Brasil. O Corinthians ainda assegurou vaga no Mundial de Clubes. Em campo, o time iniciou o duelo demonstrando nervosismo, mas depois se controlou e dominou o rival. O destaque foi Emerson, que fez dois gols e irritou os argentinos. Apesar disse refutou ser o herói:  “Não tem herói, não tem estrela. Cada um tem a sua importância aqui”, disse o atacante. Uma curiosidade é que foi ao longo da campanha na Libertadores que surgiu um novo grito da Fiel: “Vamos Corinthians! Essa noite teremos que ganhar...”] visitar web

 
         
voltar
© acervoSCCP