SANTOS – CORINTHIANS 1-1
CAMPEONATO PAULISTA 2013 – FINAL
DATA: domingo, 19/05/2013
LOCAL: Estádio Urbano Caldeira, Santos, São Paulo – Brasil
PÚBLICO: 14.740 pagantes
RENDA BRUTA: R$ 877.256,00
RENDA LÍQUIDA: R$ 510.953,29
DESPESAS: R$ 366.302,71
ÁRBITRO: Guilherme Ceretta de Lima.
ASSISTENTES: Marcelo Carvalho Van Gasse e Danilo Ricardo Simon Manis.
GOLS: 26’ Cícero, 28’ Danilo.
CARTÃO AMARELO: Arouca e Renê Júnior; Cássio, Edenílson, Fábio Santos e Romarinho.
SANTOS: Rafael; Bruno Peres, Edu Dracena, Durval, Léo; Renê Júnior (77’ Patito Rodríguez), Arouca, Felipe Anderson, Cícero; André (57’ Miralles) e Neymar. Técnico: Muricy Ramalho.
CORINTHIANS: Cássio; Alessandro, Gil, Paulo André, Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Danilo; Romarinho (75’ Alexandre Pato), Emerson (58’ Edenílson); Paolo Guerrero (82’ Douglas). Técnico: Tite.
[Com este resultado, o Corinthians faturou o Campeonato Paulista pela 27ª vez, aumentando a vantagem para os rivais Palmeiras, segundo maior vencedor com 22 taças, e São Paulo e Santos, com 20 cada um. A conquista foi dedicada à torcida corinthiana. Ao final do duelo, Tite correu em direção aos torcedores, bateu no peito e fez uma saudação. Segundo o técnico, foi um gesto de gratidão pelo apoio recebido após a queda quatro dias antes nas oitavas de final da Copa Libertadores. “Retribuímos o carinho. Quando fomos desclassificados da forma como foi, lutando, eles reconheceram”, disse Tite, que ganhou pela primeira vez a competição Estadual. O feito ainda impediu que o Santos faturasse o tetracampeonato consecutivo e o igualasse o Paulistano, vencedor entre 1916 e 1919. Palmeiras, em 1963, e São Paulo, em 1970, já tinham evitado um tetra santista. O ponto negativo da final ocorreu aos 85 minutos. Alguns torcedores do Timão acenderam sinalizadores e a partida foi interrompida por dois minutos. Desde a morte causada em Oruro, na estreia do time na Libertadores, o uso de sinalizadores dentro dos estádios no Brasil foi proibido.] compare prices

 
 
voltar
© acervoSCCP