NACIONAL-AM – CORINTHIANS 0-3
COPA DO BRASIL 2014 – SEGUNDA FASE
DATA: quarta-feira, 30/04/2014
LOCAL: Arena da Amazônia, Manaus, Amazonas – Brasil
PÚBLICO: 35.773 pagantes
RENDA BRUTA: R$ 1.970.700,00
RENDA LÍQUIDA: R$ 1.219.603,21
DESPESAS: R$ 751.096,79
ÁRBITRO: Gilberto Rodrigues Castro Júnior.
ASSISTENTES: Elan Vieira de Souza e Armando Lopes de Sousa.
GOLS: 6’ Cléber, 21’ Paolo Guerrero, 62’ Romarinho.
CARTÃO AMARELO: Dênis Santos; Fagner e Petros.
NACIONAL: Jairo; Amaral, Índio, Rodrigão, Jefferson Recife; Negretti, Dênis Santos, Eder (45’ Carlinhos Bala), Chapinha (70’ Luciano); Fabiano e Léo Paraíba (70’ Felipe Capixaba). Técnico: Simonar Naves.
CORINTHIANS: Cássio; Fágner, Gil, Cléber, Uendel; Ralf, Bruno Henrique, Petros (75’ Guilherme), Jadson (72’ Zé Paulo); Luciano (58’ Romarinho) e Paolo Guerrero. Técnico: Mano Menezes.
[O Corinthians enfrentou o Nacional-AM na segunda fase da Copa do Brasil e não teve dificuldades para se classificar sem necessidade do jogo em São Paulo. Venceu tranquilamente por 3-0, apesar de o rival ter três gols anulados. O primeiro, de Índio, e o terceiro, de Negretti, estavam impedidos. Já o segundo, de Fabiano, foi regular. Quem festejou o placar de forma especial foi Paolo Guerrero. Ele encerrou um jejum de 12 jogos e 98 dias sem marcar. O último gol havia sido contra o Paulista, em 22 de janeiro. Esta foi a primeira partida do Alvinegro na Arena da Amazônia, estádio construído no local do antigo Vivaldo Lima para receber quatro jogos da Copa do Mundo. Com capacidade para 42.374 pessoas, a arena teve custo superior a R$ 600 milhões. Uma curiosidade sobre este jogo é que cada um dos jogadores do Corinthians entrou em campo com um capacete amarelo semelhante ao que era usado por Ayrton Senna. Depois, os 11 titulares colocaram o capacete. Foi uma homenagem ao piloto tricampeão mundial, morto em 1º de maio de 1994.] Школьная одежда для девочек вот тут по низким ценам.

 
 
voltar
© acervoSCCP