ARTIGO
 

Postado em 27/04/2010 às 13h30 por Rafael Valente Где сегодня выгодно гейнер купить в украине знают посетители этого сайта.

Clássico do Povo

Encerrada a primeira fase da Copa Libertadores, o Corinthians enfrenta o Flamengo pelo torneio. Trata-se do principal duelo das oitavas de final da competição, que coloca frente a frente os clubes de maior torcida do Brasil e o time de melhor campanha na primeira fase contra o de pior.

Contudo, essa não é a primeira vez que o Clássico do Povo é disputado pela Libertadores. Em 1991, foram dois jogos pela fase de grupos e a lembrança não é das melhores para os corinthianos. Neste artigo, o acervoSCCP dá continuidade a série sobre os adversários da Copa Libertadores e apresenta o confronto com Flamengo.

CLÁSSICO DO POVO E DE OPOSTOS. O Flamengo é um dos clubes mais tradicionais do Brasil e já foi campeão da Copa Libertadores em 1981. É o primeiro adversário de peso que o Corinthians enfrenta nesta Libertadores e por isso a disputa será um teste de fogo para o time corinthiano e para o técnico Mano Menezes.

Na primeira fase, o rival dividiu o Grupo 8  com Caracas (VEN), Universidad Católica (CHI) e Universidad de Chile (CHI) e teve a pior campanha entre os classificados. Só chegou às oitavas devido uma combinação de resultados na última rodada. Em seis jogos, foram três vitórias, um empate e duas derrotas, com 11 gols marcados e nove sofridos. Em casa, venceu dois jogos e empatou outro.

O Flamengo ainda enfrenta uma forte crise dentro e fora de campo. Não encontrou um substituto para o técnico Andrade e vai ser comandado pelo interino Rogério Lourenço. Os jogadores mais badalados têm deixado a desejar e demonstram pouco comprometimento com o clube rubro-negro e a presidente Patrícia Amorim ainda tenta contornar um racha político na diretoria.

Por outro lado, o Corinthians ostenta a melhor campanha da primeira fase (5 vitórias e 1 empate) e decide a classificação em casa. Embora não tenha se avançado à fase final do Paulistão, o Timão está em paz com a Fiel e coleciona um bom retrospecto nos mata-matas na era Mano Menezes. Em 14 duelos eliminatórios, teve sucesso em 13 e foi derrotado apenas em um, na final da Copa do Brasil-2008.

O atual momento de cada clube e a campanha na Libertadores colocam o Alvinegro como favorito, mas o Flamengo tem algumas características parecidas com as do Timão e a principal delas é que nos momentos de crise o clube renasce. Além disso, o rival é o atual campeão brasileiro e conta com jogadores como Adriano, Vagner Love, Kleberson e Petkovic. Se o ataque é ponto forte (foram 57 gols marcados em 2010, 11 na Libertadores), a defesa é o ponto fraco. Em seis jogos pelo torneio, foram nove gols sofridos. Na temporada, em 24 jogos, foram 32 gols sofridos.

UM POUCO DE HISTÓRIA. A origem do Flamengo está ligada ao remo, já que o clube foi fundado em 1895 como Clube de Regatas, na Praia do Flamengo. Como o clube era focado apenas na prática do remo, nos primeiros anos os atletas eram sócios do Fluminense e disputavam o Campeonato Carioca pelo Tricolor das Laranjeiras.

Em 1911, uma cisão com o Fluminense acabou por dar origem ao time de futebol do Flamengo. Muitos jogadores deixaram o Flu e montaram um novo time, que foi inscrito para disputa do Estadual em 1912. Na primeira participação o clube terminou como vice-campeão. Foi campeão pela primeira vez em 1914, repetindo o feito em 1915, 1920 e 1921. Com isso, em sua primeira década no esporte bretão, o Flamengo consolidou-se como um dos grandes clubes do Rio de Janeiro.

Na década de 1940 e de 1950, entrou para história com um time repleto de estrelas, com destaque maior para trio Domingos da Guia, Leônidas da Silva e Zizinho. Nesse período, foi tricampeão carioca duas vezes, entre 1942 e 1944 e entre 1953 e 1955. Nos anos 1960 ganhou seu único título do Torneio Rio-São Paulo e nos anos 1970 faturou mais quatro campeonatos estaduais.

Durante os anos 1980 viveu sua fase dourada, com um verdadeiro esquadrão que contava com Raul, Leandro, Marinho, Júnior, Vitor, Adílio, Zico, Andrade, Bebeto, entre outros. Foi campeão da Copa Intercontinental (1981), Copa Libertadores (1981), Brasileiro (1980, 1982 e 1983), Copa União (1987) e Carioca (1981 e 1986).

Atualmente é o recordista de títulos estaduais no Rio, com 31 conquistas. É maior campeão brasileiro entre os clubes cariocas e tem a maior torcida do Brasil. Obteve a vaga na Copa Libertadores-2010 por ter sido campeão brasileiro no ano passado. Essa é a 11ª primeira participação do Flamengo no torneio. Além do título, fez boas campanhas em 1984 (3º), 1985 (5º) e 1991 (5º). Contudo, nos últimos anos deixou a desejar. Foi eliminado na primeira fase em 2002 e nas oitavas em 2007 e 2008.
 
RETROSPECTO CORINTHIANO. Corinthians e Flamengo se enfrentaram pela primeira vez em 1918, em um amistoso no Rio, com vitória do Timão por 2-1. Atualmente já foram disputados 111 confrontos, com 42 vitórias corinthianas, 23 empates e 46 derrotas, além de 172 gols marcados e 184 sofridos. Contudo, apesar de serem os clubes mais populares do Brasil, eles participaram de poucas decisões juntos. Foram apenas quatro confrontos decisivos e com duas vitórias para cada lado.

A primeira ocorreu em 1984, pelas quartas de final do Brasileiro. Na ocasião o Corinthians perdeu o primeiro jogo por 2-0, no Rio, e poucos acreditavam numa virada em São Paulo, mas ela aconteceu. Liderado por Sócrates, o Timão venceu por 4-1 e ficou com a vaga nas semifinais. Vale lembrar que na época eram dois esquadrões de respeito. Mesmo sem Zico, o Rubronegro ainda contava com jogadores como Leandro, Júnior, Nunes, Élder e Adílio, enquanto o Alvinegro tinha Sócrates, Carlos, Juninho, Zenon, Wladimir, Biro-Biro e Casagrande.

Cinco anos depois o Flamengo daria o troco pelas quartas de final da Copa do Brasil. No primeiro jogo, no Maracanã, venceu por 2-0. Na partida de volta, no Pacaembu, o Alvinegro chegou a estar vencendo por 4-1 (repetindo a classificação de 1984), mas aos 87 minutos Júnior diminuiu o placar para o Flamengo e eliminou o Timão da competição pelo critério de gols marcados fora de casa.

Em 1991, o Clássico do Povo protagonizou a primeira e única decisão de título do confronto. Foi pela extinta Supercopa do Brasil, disputa entre o campeão do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil. O título foi disputado em apenas uma partida, no Morumbi, e o Timão venceu por 1-0. Em 1997, pelo Torneio Rio-São Paulo, os clubes disputaram a decisão mais modesta de todas. Foi pela primeira fase do torneio. O Flamengo venceu o primeiro jogo por 3-0 e perdeu o segundo por 2-0.

Ainda pelos confrontos históricos vale recordar as duas partidas pela Copa Libertadores-1991. Na época, os rivais dividiram o mesmo grupo e o primeiro duelo foi disputado em Cuiabá, empate em 1-1. Já no Pacaembu, na partida de volta, o Flamengo venceu por 2-0 e o jogo ficou marcado pela confusão nas arquibancadas. A confusão foi motivada pela provocação do atacante Gaúcho, ao marcar o segundo gol. Alguns torcedores invadiram o campo e foram contidos pela Polícia Militar. Nas arquibancadas, outros entraram em confronto com a PM.

Parte da torcida ainda atirou garrafas de vidro no campo –-na época, a venda de bebidas alcoólicas era permitida nos estádios e os bares do Pacaembu ainda utilizavam garrafas de vidro, o que foi proibido após esse jogo. Os dois times saíram de campo e o jogo foi encerrado aos 83 minutos. Ficou conhecido como a “Noite das Garrafadas”. O Timão foi multado pela Conmebol e o Pacaembu foi interditado para jogos internacionais por 3 anos. Curiosamente, Rogério Lourenço, técnico interino do Flamengo nesta quarta, disputou aquela partida.

BRASILEIROS PELO CAMINHO. Na história da Copa Libertadores, nas sete participações anteriores, o Corinthians enfrentou três clubes brasileiros no mata-mata (repetiu o confronto com o Palmeiras duas vezes, em 1999 e 2000) e o retrospecto não é favorável. Foram três eliminações e uma classificação. Levando-se em conta a extinta Copa Conmebol foram mais três confrontos, com duas classificações e uma eliminação. Saldo de 3x4.

O primeiro confronto válido por torneios sul-americanos ocorreu em 1994, pelas oitavas da Copa Conmebol, contra o Vitória. Venceu em casa e empatou fora. No mesmo torneio, pelas semifinais, encontrou o São Paulo e perdeu a vaga nos pênaltis, após perder o primeiro jogo e vencer o segundo. Em 1995, também pela Copa Conmebol, eliminou o Ceará das quartas nos pênaltis.

Já pela Copa Libertadores o primeiro confronto na fase mata-mata ocorreu em 1996, quando foi desclassificado pelo Grêmio. Em 1999 e em 2000, encontrou o Palmeiras pelas quartas e pela semifinal, respectivamente. Essas foram as eliminações mais traumáticas. As duas foram decididas nos pênaltis. Em 2000, o Alvinegro fazia uma boa campanha no torneio e estava com o placar do segundo jogo nas mãos. Mas sofreu a virada e depois foi eliminado nos pênaltis. Ainda em 2000, o Corinthians eliminou o Atlético-MG nas quartas (empate no primeiro jogo e vitória no segundo).

Por enquanto o saldo contra brasileiros é negativo, mas na era Mano Menezes o clube tornou-se perito em quebrar tabus. Então chegou o momento de dar mais uma demonstração. Que venha o Flamengo!

     

Clube de Regatas Flamengo

Fundação:
17 de novembro de 1895

Estádio: Gávea (8.000)

Principais títulos:  
Copa Intercontinental (1981)
Copa Libertadores (1981)
Copa Mercosul (1999)
Campeonato Brasileiro (1980, 1982,
1983, 1992 e 2009)
Copa do Brasil (1990 e 2006)
Copa União (1987)
Torneio Rio-São Paulo (1961)
Campeonato Carioca (1914, 1915,
1920, 1921, 1925, 1927, 1939, 1942,
1943, 1944, 1953, 1954, 1955, 1963,
1965, 1972, 1974, 1978, 1979, 1979
(especial), 1981, 1986, 1991, 1996,
1999, 2000, 2001, 2004, 2007, 2008
e 2009)

Site: www.flamengo.com.br

 
       
    estádio do Maracanã  
Estádio Mário Filho (Maracanã)
 
CORINTHIANS x FLAMENGO
   

Camp. Brasileiro - quartas
1984 - 0x2 Flamengo
1984 - 4x1 Flamengo

Copa do Brasil - quartas
1989 - 0x2 Flamengo
1989 - 4x2 Flamengo

Supercopa do Brasil - final
1991 - 1x0 Flamengo

Torneio Rio-S.Paulo - 1ª fase
1997 - 0x3 Flamengo
1997 - 2x0 Flamengo

     
CORINTHIANS x BRASILEIROS

Copa Conmebol-1994
3x2 Vitória
1x1 Vitória

3x4 São Paulo
2x3 São Paulo [4-5 pen.]

Copa Conmebol-1995
1x1 Ceará
2x2 Ceará [7-6 pen.]

Copa Libertadores-1996
0x3 Grêmio
1x0 Grêmio

Copa Libertadores-1999
0x2 Palmeiras
2x0 Palmeiras [2-4 pen.]

Copa Libertadores-2000
1x1 Atlético-MG
2x1 Atlético-MG

4x3 Palmeiras
2x3 Palmeiras [4-5 pen.]

 
     
voltar
© acervoSCCP