Édson Cegonha (2000)

Édson de Souza Barbosa, conhecido como Édson Cegonha, apelido que ganhou nos tempos de jogador, foi auxiliar de Oswaldo de Oliveira no Corinthians, no Vasco da Gama e no São Paulo, entre outros clubes. Trabalhou no Alvinegro em 1999, 2000 e 2004, sempre como auxiliar de Oliveira, e teve uma rápida experiência como técnico em 2000, quando assumiu o time interinamente no Rio-São Paulo e na Copa do Brasil.

Cegonha estreou no Torneio Rio-São Paulo contra o Fluminense, no Pacaembu, substituindo Oswaldo Oliveira, que havia acabado de sagrar-se campeão do Mundial de Clubes-2000 e estava em férias. Foram seis jogos na competição regional, mas com um time formado por jogadores reservas e da base (os titulares também estavam em férias), o Corinthians foi eliminado ainda na primeira fase.

O interino ainda comandou o time na partida contra o Botafogo, no Canindé, pelas oitavas de final da Copa do Brasil daquele ano, mas foi derrotado pelo clube carioca por 2-1 e acabou eliminado do torneio. O time titular e o técnico Oswaldo de Oliveira ficaram de fora dessa partida por conta da proximidade com o duelo com o Palmeiras pela semifinal da Copa Libertadores-2000.

No total, Édson Cegonha dirigiu o time em sete partidas e teve aproveitamento de apenas 33% dos pontos. Conquistou apenas duas vitórias, um empate e quatro derrotas, além de seis gols marcados e sete sofridos. Seu melhor momento foi uma vitória sobre o Palmeiras por 2-1, em jogo válido pelo Torneio Rio São-Paulo. Inclusive, essa foi a única derrota do rival em toda a competição.

     
   
DADOS

Nome: Édson de Souza Barbosa
Nascimento: 20/06/1943, Rio de Janeiro (RJ)
Principais clubes: Corinthians (2000)
Principais títulos: nenhum
Estreia: Corinthians 0x1 Fluminense (23/01/2000)

   
PELO CORINTHIANS
J
V E D GP GC %
  2000
Copa do Brasil
Torneio Rio-São Paulo

1
6

0
2

0
1

1
3

1
5

2
7

0
39
TOTAL
7
2
1
4
6
9
33
 
voltar
© acervoSCCP