OSASCO – CORINTHIANS 0-1
AMISTOSO 2002
DATA: quinta-feira, 31/07/2002
LOCAL: Estádio José Liberatti, Osasco, São Paulo – Brasil
PÚBLICO: 2.000 pessoas
RENDA BRUTA: não disponível
RENDA LÍQUIDA: não disponível
DESPESAS: não disponíveis
ÁRBITRO: Élcio Paschoal Borborema.
ASSISTENTES: não encontrado.
GOL: 62’ Luciano Ratinho.
CARTÃO AMARELO: Anderson.
OSASCO: Fábio; Júlio César (65’ Pereira), Leandro, Clayton (78’ Dener), Alex Alves (72’ Manu); Alexandre, Bruno, Esquerdinha, Júnior; Warley (60’ Márcio) e Mendonça (65’ Marcos). Técnico: Wagner Basílio.
CORINTHIANS: Doni (45’ Rubinho); Rogério (67’ Angelo), Anderson, Fábio Luciano (45’ Scheidt), Kléber (60’ Renato); Vampeta (60’ Fabinho), Fabrício, Moreno, Luciano Ratinho; Gilmar Parrudo e Gil (81’ Pingo). Técnico: Carlos Alberto Parreira.
[Nesta partida, o Corinthians enfrentou pela primeira vez em sua história o Osasco. O Moleque, como é conhecido, foi fundado em 1984 e em sua galeria de conquistas somava dois títulos paulistas, um da Série B-2, em 2000, e outro da Série B-1, em 2001. Em 2002, o clube disputou a Série A-3 e terminou na 4ª colocação. Em campo, Carlos Alberto Parreira poupou o meio-campista Ricardinho e testou o lateral-esquerdo na armação da equipe. Embora os dirigentes negassem a transferência de Ricardinho, Parreira já admitia publicamente a chance de negociação. “Temos que criar uma opção para substituí-lo. Renato foi utilizado na função na Copa dos Campeões e é um jogador que já conhecemos. Ainda é cedo para se falar sobre Moreno, mas ele tem muita qualidade e vem crescendo no momento certo. É uma possibilidade”. A partida justamente a estreia do lateral-esquerdo Moreno, revelado nas categorias de base, pelo Alvinegro.]
Jobs in Nigeria at https://myjobs.com.ng/

 
 
voltar
© acervoSCCP