José Teixeira (1965, 1966, 1977 e 1978-1979)

Graduado em educação física e professor da Universidade São Paulo (USP) nos anos 1970, José Teixeira trabalhou no Corinthians como auxiliar técnico, preparador físico e coordenador técnico, na maioria das vezes ao lado de Oswaldo Brandão. Embora as três primeiras passagens tenham sido como interino, ele faz parte de um seleto grupo que já comandou o clube em mais de 100 jogos. Moving companies Staten island New York - get 100 dollars moving stromcompany.com.

Como interino, trabalhou em 1965, 1966 e 1977. Foram apenas quatro jogos, com três vitórias e um empate. A primeira experiência foi em um amistoso na cidade paulista de Tietê, substituindo Oswaldo Brandão. No ano seguinte, com a demissão de Brandão, assumiu a equipe em dois jogos do Paulista e depois voltou a ser auxiliar técnico para trabalhar com o recém contratado Filpo Nuñes. O momento mais marcante dessa primeira fase como técnico foi em 1977, quando dirigiu o time em um jogo do Paulista no ano em que o clube encerrou o jejum de gandes títulos.

Em 1978, foi convidado pelo presidente Vicente Matheus para assumir o cargo de técnico de maneira oficial. Após um período de negociação acabou aceitando e ficou na equipe por um ano e quatro meses. Participou do Brasileiro e do Paulista de 1978 e do Paulista de 1979 --o clube abriu mão da participação no nacional daquele ano devido a grande quantidade de participantes. Foram 103 jogos nessa nova fase, e um período bastante turbulento para treinador

O acordo com Matheus previa a reformulação do time e por isso houve resistência à chegada de Teixeira. A torcida não admitia que a base de 1977, que encerrou o maior jejum da história do clube, fosse alterada. Se não fosse pelo presidente corinthiano, Teixeira teria sido demitido. Mas a mudança foi positiva. O técnico indicou jogadores como Biro-Biro e Sócrates, que viraram ídolos da torcida.

Em 1978, o time ficou com o modesto título do primeiro turno, mas em 1979 fez uma campanha surpreendente. Não tão surpreendente como o Palmeiras, Ponte Preta e Guarani, mas suficiente para se manter na briga pela taça. Só que a cada derrota a pressão sobre Teixeira aumentava. A imprensa dizia que o técnico era teórico demais, opinião compartilhada por parte da torcida. Já a diretoria achava que a equipe estava perdendo o pique e o título também. Teixeira passou a ser cobrado.

No dia 4 de novembro, após o time ser derrotado pela Inter de Limeira, José Teixeira foi demitido. A equipe seguiu na briga pelo título e de fato ficou com a taça, mas o treinador já não estava mais no Parque São Jorge. Ainda assim ele considerado parte do grupo campeão de 1979. Em 107 jogos sob o comando do Corinthians, Teixeira conseguiu 48 vitórias, 41 empates e 18 derrotas, com 150 gols marcados e 96 sofridos. Aproveitamento de 64% dos pontos disputados.

Na relação de jogos, contudo, há a diferença de um jogo para os dados oficiais do clube. O acervoSCCP não considera o duelo contra o Arsenal, da Inglaterra, em 1965, porque, embora o técnico tenha assinado a súmula, o time foi dirigido por Oswaldo Brandão. Teixeira assinou a súmula uma vez que Brandão não tinha formação superior, o que iria de encontro com as regras da federação inglesa. Naquele jogo, o Timão representou a seleção brasileira a pedido da extinta CBD (atual CBF).

José Teixeira ainda voltou ao clube outras vezes para integrar o departamento de futebol. A última delas foi em 1997, quando trabalhou como coordenador de futebol, tanto nos times de base como no profissional. Sua contratação fazia parte do plano de profissionalização do departamento com o acordo de parceria com o Banco Excel. Foi contratado em 11 de março de 1997 e se despediu no dia 13 de outubro de 1997 --curiosamente, no aniversário de 20 anos do título de 1977.

               
DADOS

Nome: José de Souza Teixeira
Nascimento: 25/09/1935, São Paulo (SP)
Principais clubes: Corinthians (1965; 1966; 1977; 1978-1979)
Principais títulos: Corinthians: Campeonato Paulista (1977 e 1979)
Estreia: Seleção do Tietê 1x3 Corinthians (08/03/1965)
1ª Reestreia:
Corinthians 3x0 São Bento (10/08/1966)
2ª Reestreia: Corinthians 3x1 XV de Piracicaba (20/04/1977)
3ª Reestreia: Grêmio Maringá 1x2 Corinthians (05/07/1978)

 
PELO CORINTHIANS
J
V E D GP GC %
1965*
Amistoso

1

1

0

0

3

1

100
1966*
Campeonato Paulista

2

1

1

0

4

1

75
1977*
Campeonato Paulista

1

1

0

0

3

1

100
1978*
Amistoso
Campeonato Brasileiro
Campeonato Paulista

1
6
51

0
2
24

1
3
18

0
1
9


1
7
72


1
7
50

50
58
65
1979*
Amistosos
Campeonato Paulista


7
38

4
15

1
17

2
6

12
48

7
28

64
62
TOTAL
107
48
41
18
150
96
64
*computado 2 pontos por vitória para efeito de estatística
 
voltar
© acervoSCCP